Depois de ter morado por uma temporada na Inglaterra, uma de minhas comidas favoritas é a comida indiana.

Como a comunidade indiana é muito forte pelos lados de lá, não era raro uma visita a um restaurante de comida típica ou mesmo um delivery.

De volta à Belo Horizonte, procurei por algum restaurantes que satisfizessem minha saudade da comida indiana e achei dois: o Maharaj e o Namastê.

Recentemente, fui ao Namastê pela primeira vez, à convite do meu irmão (coisa rara, não dava para negar o convite! O restaurante fica na Av. Francisco Sá, 355 – Prado. É bem simples, quando comparado com o Maharaj (que, talvez, por ficar no próprio consulado da Índia, em BH, tenha mais pompa), mas a cozinha não nos decepcionou.

O restaurante é todo decorado com a temática indiana, com fotos e esculturas. Bem simples, mas o suficiente para te colocar no clima!

Pedimos de entrada Naan com chutney´s variados (manga verde, manga e mamão verde com gengibre, hortelã e coentro). Todos os chutney’s são absolutamente divinos! Um melhor que o outro. Meu preferido, porém, é sempre o de manga! Com o pão Naan então!

chutney

Éramos três pessoas e de prato principal escolhemos o Murg Tikka Masala (Frango em cubos com molho masala), Murg Vindaloo (Frango em cubos com batatas em molho picante) e Kesari Pullao (arroz temperado).

masala

Os pratos serviram muito bem nós três (mas achei que poderia ter mais frango, tinha muito molho pra pouca carne), apesar de que, se pudesse, pediria mais uma porção do arroz temperado.

O ponto alto do restaurante, com certeza, é o pão Naan. Não dá para ir e não pedir esta maravilha!

O ponto baixo é, definitivamente, o atendimento. Não fomos mal tratados, mas o atendimento foi bem lento. A comida principal não demorou, enquanto a entrada demorou um bocado (justificado pois o Naan é feito na hora). O serviço de mesa, também, ficou a desejar. Foi bem demorado.

Eu adorei a comida, e voltarei no restaurante por causa dela, mas adoraria ter um atendimento mais rápido!

Anúncios